Atos 7:54-56; 9:1-31; 13:1-4; 16:19-34

Versículo para memorização – Atos 9:9

Jesus escolheu doze homens para serem Apóstolos. Judas, por causa da sua transgressão caiu do seu Apostolado, teve uma morte suicida e foi para o inferno. Em Atos 1, a igreja, sob a liderança de Deus, designou Matias para tomar o lugar de Judas, mas Deus escolheu mais um Apóstolo. Os doze primeiro Apóstolos foram basicamente designados para ministérios judaicos e Deus tinha planejado mandar um Apóstolo muito especial para os gentios.

Poderíamos esperar que Deus chamasse dentre os Seus melhores discípulos um particularmente íntegro tal como Estevão ou Filipe. Não foi bem assim, pois Deus, na verdade, escolheu um homem que consentiu o assassinato de Estevão e segurou as capas daqueles que o apedrejaram (Atos 7:58). O homem também era um severo, homicida perseguidor da igreja (Atos 9:1 e 2).

Um dia, enquanto o homem, Saulo de Tarso, estava na rota de Damasco para apreender Cristãos e trazê-los a Jerusalém para execução, Deus produziu uma grande luz ao redor dele e feriu ele ao ponto que se prostrasse ao chão e Jesus falou-lhe com voz audível. Naquela instante Saulo foi convertido a Cristo e começou a procurar Sua instrução. Apesar de ainda estar cego por causa da grande luz, continuou obedientemente em direção a Damasco, permanecendo cego por três dias, não comendo nem bebendo durante esse período. Enquanto isso, Deus mandou um homem chamado Ananias até Saulo. Através dele, Saulo recebeu sua visão e foi batizado.

Imediatamente após seu batismo começou a pregar nas sinagogas que Jesus era o Cristo, o Filho de Deus. Durante esse tempo gastou três anos no deserto aprendendo do Espírito Santo as coisas de Jesus Cristo, para, mais tarde, torna-se um prolixo escritor. Na verdade, contribuiu com mais livros para a Bíblia do que qualquer outro homem.

O nome de Saulo passou a ser Paulo e ele foi enviado pela igreja da Antioquia juntamente com Barnabé como um dos primeiros missionários. Paulo nunca deixou de ter profundo peso por Israel (Romanos 9:1 e 2) e onde quer que fosse pregava primeiramente para os judeus. Porém, era o Apóstolo de Deus para os gentios, e, enquanto os judeus não o ouviam, os gentios o ouviam. Andou por todo o mundo conhecido da época deixando centenas de igrejas neotestamentárias. Nenhum outro mortal anterior a ele ou daquele tempo foi tão frutífero.

Perguntas – O APÓSTOLO PAULO

1. Paulo foi um discípulo de Cristo enquanto Jesus viveu sobre a terra?

2. Qual era seu nome original e de onde ele era?

3. Qual é a primeira atividade na qual o vemos envolvido?

4. Como se sentia em relação à igreja em geral?

5. Sob a autoridade de quem perseguia a igreja?

6. Para onde estava indo quando encontrou Jesus?

7. De que forma Deus obteve sua atenção?

8. Os trabalhadores que o acompanhavam sabiam o que estava acontecendo?

9. Quais foram as primeiras palavras que Jesus lhe falou?

10. Quais foram as duas primeiras questões que Paulo fez a Cristo?

11. Qual foi a primeira instrução que Paulo recebeu?

12. Qual era sua condição durante os três primeiros dias de sua nova vida?

13. Para onde Paulo foi levado primeiramente?

14. Quem é o homem que encontrou lá?

15. Cite duas coisas que aconteceram com ele ao final dos três dias.

16. Quanto tempo Paulo esperou antes de começar a pregar?

17. Os judeus gostavam da sua pregação?

18. Paulo queria continuar pregando aos judeus?

19. Qual igreja enviou Paulo como missionário e quais foram os resultados?

20. Qual era o plano de Deus para Paulo?

Autor: Pr Forrest Keener
Tradução: Albano Dalla Pria
Revisão: Joy Ellaina Gardner
Edição: Calvin Gardner
Fonte: www.palavraprudente.com.br